Buscar

Confira algumas dicas de como o delivery pode ser a nova estratégia para salvar seu negócio de fechar durante o isolamento social


Com a paralisação comercial advinda do COVID-19, as micro e pequenas empresas acabaram ficando em ameaça financeira, entretanto o DELIVERY poderá ajudar neste momento.


A administradora Cristiane Bernardes, separou algumas dicas para as empresas que decidirem adotar este método.


O marketing: informe seus clientes da novidade pela internet, apresente os produtos que estarão disponíveis e os preços, bem como o valor de entrega por região.

Estude o público alvo da empresa: estudar o público alvo, antes de se lançar ao delivery, ajudará a empresa a entender a real necessidade do cliente e oferecer as melhores soluções a ele.


Mantenha os dados atualizados: com os dados atualizados o cliente poderá manter contato e tirar dúvidas, o que ajuda a empresa a gerar relacionamento com o público.

Cuidado com as promessas: apenas prometa aquilo que pode cumprir, os prazos de entrega deverão ser realistas, bem como a quantidade do produto, preço, e até a foto de divulgação.


Diversifique as formas de pagamento: apresente ao cliente diversas formas para se efetuar o pagamento, como, cartão de crédito e débito, dinheiro, pagamento direto pelo aplicativo ou site, e se ele poderá parcelar ou não o produto.


Horários flexíveis: esteja preparado com horários flexíveis de entrega, algumas pessoas preferem pedir nestes horários para evitar o trânsito e a demora.


“É muito importante que o atendimento seja bem feito, que o cliente seja ouvido e que a conversa seja clara e objetiva” apresenta Cristiane.


No momento é de crucial importância o bom relacionamento dos pequenos negócios, o delivery será um suporte para que as empresas não fiquem com a economia tão defasada e que no final do isolamento, estejam fortes para recomeçar.

Ao todo são 4 modelos e já estão disponíveis em pré-venda no site da Amazon com o preço de US$10,99.


A Funko, uma das maiores fabricantes de bonecos licenciados de cultura pop no mundo, divulgou em seu Instagram o lançamento de uma linha de bonecos em homenagem aos profissionais de saúde que estão combatendo a COVID-19.


Na página da coleção no site da Amazon, a empresa anunciou também uma doação (valor não divulgado) para a GlobalGiving, uma organização beneficente estadunidense que conecta ONGs com doações de empresas ao redor do mundo.


“Em associação com esta coleção, a Funko fez uma doação para a GlobalGiving, a primeira e maior comunidade global de crowdfunding que conecta organizações sem fins lucrativos, doadores e empresas em quase todos os países do mundo. O GlobalGiving possibilita que as organizações locais acessem o financiamento, ferramentas, treinamento e suporte, eles precisam se tornar mais eficazes para tornar nosso mundo um lugar melhor”.


A coleção chamada “Frontline Heroes” é composta por 4 bonecos (vendidos separadamente) e todos podem ser adquiridos no site da Amazon pelo preço de US$ 10,99 e previsão de entrega para Outubro nos EUA.






Não se torne um workaholic apenas por trabalhar em casa, confira dicas para se manter saudável


Por conta da atual situação de quarentena que visa reduzir a propagação da Covid-19, a resposta para muitos profissionais está sendo trabalhar em casa, a modalidade Home office, para não ficar à mercê da sorte.


“Para quem nunca trabalhou em casa, a adaptação pode ser difícil, afinal, home office exige disciplina e bastante força psicológica pois problemas como isolamento e sobrecarga emocional ocorrem facilmente durante essa rotina”, explica Madalena Feliciano, gestora de carreira e CEO da Outliers Careers e IPCoaching.


Muitas vezes, o conforto e flexibilidade que temos para trabalhar em casa podem ser um empecilho para um profissional conseguir ser produtivo, além de distrações comuns no lar. A especialista dá algumas dicas sobre como se adaptar e conseguir manter o nível de trabalho sem deixar a saúde mental de lado:


  • Cumpra horário: assim como se estivesse em uma empresa, defina seu horário e o cumpra. Isso é muito importante para que seu cérebro mantenha a sensação de “estar trabalhando” e possa sair dela depois.

  • Comunique os outros habitantes:  familiares e filhos, ou até mesmo pets, deixe claro que aquele é seu momento de trabalho. É benéfico diminuir as interferências durante o período. Feche a porta e não se distraia!

  • É interessante manter-se profissional: às vezes, uma atitude simples, como se arrumar para ir trabalhar, mesmo que seja em casa, pode te ajudar a entrar no clima e produzir melhor.

  • Respeite suas pausas: assim como você faria um lanche, iria ao banheiro, dentre outras paradas, não negligencie suas necessidades em casa. Vá para outro local para almoçar e se desligue do trabalho para voltar mais relaxado.

  • ON e OFF: não é porque você trabalha em casa que estará disponível o tempo inteiro para o trabalho. A não ser que alguma emergência aconteça, seja ON apenas durante seu horário.


“Respeitar a si mesmo e dar seu melhor durante a jornada de trabalho são atitudes que se completam. É preciso encontrar o equilíbrio entre a produtividade e os limites de si mesmo”, finaliza Madalena.


SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS
OUÇA A GENTE
  • Facebook Classic
Estação i
  • Instagram
Estação i
  • Facebook Classic
Rádio Empreender
  • Instagram
Rádio Empreender
  • LinkedIn ícone social
Rádio Empreender
  • Spotify ícone social
  • Deezer ícone social