Buscar

23 de setembro | Dia Mundial do Combate ao estresse

Especialistas falam como diminuir o estresse



Há mais de dois anos de convívio com a situação de pandemia do coronavírus no Brasil, ainda é difícil definir como ficou a saúde mental dos brasileiros. Em meio a esse cenário desafiador para a mente da população global, o Dia Mundial de Combate ao Estresse, comemorado em 23 de setembro, nunca foi tão relevante.


O estresse é uma reação do organismo com componentes psicológicos, físicos, mentais e hormonais que ocorre quando surge a necessidade de uma adaptação grande a um evento ou situação de importância. Ele pode ser causado pela ansiedade e pela depressão devido à mudança brusca no estilo de vida ou à exposição a determinados ambientes. Segundo Ester Gomes, especialista em desenvolvimento humano, é importante destacar que cada pessoa reage de forma diferente ao estresse.


“A resposta ao estresse e à pandemia da Covid-19 pode depender da formação do indivíduo, do apoio de familiares ou amigos, da situação financeira e, obviamente, da saúde física e mental. Faça uma atividade relaxante na busca pelo descanso mental, como escutar uma música, jogar algum jogo, assistir séries ou até mesmo seu programa de TV favorito”, explica a especialista.



Sintomas de estresse psicológico


Ansiedade, angústia, nervosismo, preocupação em excesso, Irritação, medo, impaciência, Problemas de concentração e de memória. Desorganização, dificuldade em tomar decisões, cometer mais erros que o habitual, esquecimentos e sensação de perda do controle.



Sintomas físicos do estresse


Problemas cardíacos e gastrointestinais, Facilidade em ficar doente, Alergias, asma, insônia, Tensão muscular, mãos frias e suadas, Dor de cabeça ou enxaqueca, problemas de pele e dores no pescoço e Queda de cabelo anormal.



Conheça alguns mudanças de hábitos que podem te ajudar a combater o estresse no dia a dia


Plantas: Segundo um estudo da Universidade de Hyogo, no Japão, aponta que o simples contato visual com plantas pode reduzir o stress no ambiente de trabalho. A pesquisa completa, em inglês, está disponível em (https://journals.ashs.org/horttech/view/journals/horttech/30/1/article-p55.xml)

“Os benefícios para a saúde são muitos como, por exemplo: melhora da concentração, diminuição do estresse e do cansaço mental. As plantas podem reduzir os níveis de ansiedade e seu cheiro pode ajudar a melhorar a qualidade do sono e a produtividade durante o dia; prevenção de irritações nos olhos, problemas respiratórios e dores de cabeça; absorção de gases tóxicos do ambiente e auxiliar no controle da umidade,” explica Rayra Lira, paisagista.


Praticar exercícios físicos: Um recente guia divulgado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) apontou o exercício físico como uma das atividades que auxiliam na prevenção e no enfrentamento do estresse gerado pelo avanço da pandemia de Covid-19. De acordo com a OMS, práticas como a priorização de uma alimentação equilibrada e a realização regular de exercícios físicos simples, que podem ser praticados em casa todos os dias, são aliados para evitar que as consequências psicológicas causadas pelo atual momento se tornem duradouras.


“O exercício faz o corpo liberar endorfinas, promovendo uma sensação de bem estar. No momento que você combina uma dieta equilibrada com exercícios físicos, o bem estar vem com o bom funcionamento fisiológico, te deixando mais calmo, tranquilo e racional.” – Gui Guedes, personal trainer.


Hipnose: A hipnose é uma técnica personalizada e focal. De acordo com a história de vida de cada paciente, aplica-se a técnica mais adequada, seja para tratar ansiedade, estresse ou depressão. É uma terapia breve, focada no problema que a pessoa quer resolver. O mentor Rafael Peixoto explica que a técnica pode ser usada para ajudar a combater o estresse: “É uma ferramenta poderosíssima para que se possa controlar a mente de uma pessoa, usando-a a seu favor, tendo como objetivo principal tirar do caminho toda e qualquer crença limitante que esteja impedindo aquele indivíduo de viver o seu melhor. Na hipnose clínica, após um estado de relaxamento, o hipnotizado traz à consciência eventos antigos que estavam guardados em seu inconsciente e que se apresentam como gatilho para o trauma que está sendo tratado”.


Relações saudáveis: Segundo pesquisadores da Universidade de Michigan, nos Estados Unidos, ter uma relação saudável com amigos e família, pode até prevenir doenças. Principalmente quando se trata de estresse, e o tanto que esse sentimentozinho pode ser prejudicial para a nossa saúde mental e física. A pesquisa acompanhou cerca de 2 mil pessoas, e a partir disso concluíram que ter uma vida sem muitas preocupações, discussões e motivos para picos de nervosismos, pode ajudar a proteger o corpo do paciente contra doenças crônicas - como diabetes - além de evitar a depressão; E é isso o que a Dra. Adriana Lima, biomédica especialista em longevidade, fala sobre hoje.


“Um relacionamento vai muito além da parte sentimental, ele mexe com a parte química do seu corpo. Os benefícios, é claro, vem dos frutos de um relacionamento saudável, que deixa o seu corpo mais saudável também em consequência."



A lista de fatores positivos que uma vida sem estresse traz é longa, mas aqui vão alguns fatores.

  1. Oxitocina alta e em consequência, o cortisol (hormônio do estresse) fica mais baixo.

  2. As chances de depressão caem em até 62%

  3. Abraços podem controlar a pressão arterial, as deixando normalizadas

  4. Beijar diminui os sintomas de alergias.



#SAÚDE #COTIDIANO