Buscar

As grandes inovações dos pequenos negócios para sobreviver à pandemia

A alta procura pelo Marketing Digital revelou a oportunidade de expansão no formato de licenciamento à empresa curitibana



A pandemia da Covid-19 foi um momento muito difícil para todos, desde o que se refere à saúde, até mesmo à economia. O isolamento social foi um momento que estimulou a parada de muitas pessoas e negócios e, por isso, foi fator determinante no fechamento de mais de 10 milhões de microempresas no Brasil, de acordo com o SEBRAE (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas). Essa realidade estimulou outros empreendedores a serem criativos para se manterem na ativa, o que foi o caso da Academia Digital. A empresa de Helton Magalhães, mesmo com dificuldades em sobreviver aos momentos de isolamento social, decidiu inovar e abrir uma nova rede de licenciados.


A Academia Digital é uma empresa que carrega mais de 12 anos de experiência no Marketing Digital. Magalhães explica que o seu diferencial está no conteúdo. “A ideia de abrir a empresa surgiu quando eu precisei de um curso completo em Marketing Digital. Após muita procura na grande Curitiba, capital do Paraná, vi que existiam apenas algumas mentorias com baixa carga horária e que, no geral, tratavam apenas de um aspecto desse campo tão grande”. Por isso, a Academia Digital se tornou a maior referência em cursos de marketing digital de Curitiba, com cursos completos que duram cerca de 3 meses.


O CEO, como muitos empreendedores, foi surpreendido com a pandemia em 2020. “Naquela época investimos fortemente em cursos presenciais, o que, com o passar dos meses, vimos que não daria certo”. Isso porque, com todos os decretos, as aulas presenciais foram inviabilizadas e trocadas pelas online. Sob essa ótica, o que restou fazer para sobreviver a esse período difícil, foi inovar. Segundo uma pesquisa do SEBRAE, em parceria com a FGV (Fundação Getúlio Vargas), 1 em cada 4 donos de pequenas empresas colocou no negócio algum tipo de inovação durante a crise na pandemia, e quem decidiu inovar conseguiu melhores resultados. Esses dados, com certeza, refletem também na Academia Digital.


Isso porque, ao passo que antes os cursos eram feitos de forma 100% presencial, Helton explica que “deixamos eles muito mais acessíveis ao formato remoto, além de criarmos também uma plataforma exclusiva para os alunos da Academia Digital”. Ademais, a empresa também investiu severamente nos serviços de consultoria, já que a procura pelo marketing digital teve exponencial crescimento na pandemia.


Atualmente, 90% de todas as empresas do mundo investem em estratégias de Marketing Digital aponta os dados da Pesquisa Marketing Visão 360, a maioria sendo brasileira. Desse modo, o mercado publicitário dispõe da necessidade de muitos profissionais capacitados. Com isso em vista, além das inovações já citadas, Helton conta que a empresa também começou a investir no aumento da oferta de cursos por meio de licenciamentos. “O Licenciamento oportuniza a venda dos serviços da empresa e uma comissão de até 30% em cima de cada venda, de forma que os licenciados necessitam de um baixo investimento: apenas R$ 5.000 para começar o negócio”


Com sede em Curitiba, o objetivo agora é expandir o trabalho da Academia Digital para todo o Brasil. Magalhães ainda conta: “O valor do Licenciamento é baixo justamente para ajudar mais empresários e, também, para promover um maior número de profissionais".




#ECONOMIA #EMPREENDEDORISMO