Buscar

Bares são multados em Santo André por infringir medidas sanitárias

Operação Comércio Responsável fiscalizou 87 locais e situações no último fim de semana



A Operação Comércio Responsável vistoriou, entre sexta-feira (9) e domingo (11), 87 locais e estabelecimentos em Santo André para garantir o cumprimento de medidas sanitárias contra o coronavírus. Durante o período, foram entregues oito notificações e/ou multas, realizadas 15 orientações e três interdições de estabelecimentos que funcionavam ilegalmente. Além disso, três termos de compromisso foram assinados.

Bar na rua General Vicente de Paula Dale Coutinho, no bairro Centreville. Foto: Divulgação/PSA


“A Fiscalização Ambiental do Semasa [Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André] e a Prefeitura, por meio do Departamento de Controle Urbano, seguem trabalhando incansavelmente de terça a domingo para apurar situações que estão desrespeitando os decretos municipais e as normas sanitárias e de segurança para controle da pandemia. As operações visam preservar vidas”, explica o superintendente do Semasa, Gilvan Junior.

As equipes interromperam no último sábado (10) um evento na boate Dreams Night Club, na avenida Dom Pedro II, no bairro Campestre, com cerca de 50 pessoas. No núcleo Tamarutaca (Vila Guiomar), uma adega na rua Itabaiana foi pega em flagrante com 30 pessoas consumindo dentro do espaço. Cada um dos estabelecimentos recebeu multa de mais de R$ 1.700.

Festa com som alto – Apesar das restrições impostas, nem o som alto é motivo de preocupação para inibir quem descumpre as medidas protetivas. Na rua Luís de Camões, na Vila Sacadura Cabral, as equipes interromperam, neste domingo (11), uma festa ilegal. Por causa da poluição sonora, o responsável recebeu multa de R$ 2.000. Pancadão e descarte irregular de resíduos – Durante a ronda pela cidade ainda no domingo, o Semasa flagrou um pancadão promovido por um bar no Centreville, que fica na rua General Vicente de Paula Dale Coutinho. O local foi interditado com barreiras físicas e recebeu multa de R$ 1.717. Por causa de resíduos jogados pelos frequentadores no entorno da rua e calçada, o estabelecimento terá de pagar cerca de R$ 2.200 ao Semasa.

Nessas últimas operações, ainda foram descobertos bares abertos no Morro do Kibon (comunidade que fica no bairro Sítio Cassaquera) e um bingo clandestino, no bairro Jardim, com 40 pessoas. O espaço destinado para o jogo de azar foi interditado e mais de 90 máquinas serão destruídas pela Polícia Civil.


Texto: Susi Elena



#cidades #cotidiano #santoandre