Buscar

Calendário eleitoral de 2020 está mantido

As eleições municipais para escolhas de prefeitos e vereadores permanecem marcadas para ocorrer no dia 4 de outubro.



O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) autorizou que as convenções partidárias de 2020 sejam virtuais, em razão do risco de contágio pelo novo coronavírus. Está mantido também o calendário das convenções, que ocorrem entre 20 de julho e 5 de agosto.


As eleições municipais para escolhas de prefeitos e vereadores permanecem marcadas para ocorrer no dia 4 de outubro (primeiro turno). Embora toda a agenda ainda esteja mantida, o presidente do TSE, ministro Luís Roberto Barroso, já deixou claro que a data da eleição pode ser alterada caso os casos de coronavírus continuem em crescimento no Brasil.


Políticos e profissionais que trabalham com partidos políticos avaliam que terão que lidar com uma campanha mais curta e sem contato físico, além de uma maior dependência da TV.


A eventual necessidade de se adiar as eleições é um cenário monitorado de perto por um grupo de trabalho instituído em abril pelo TSE. Apesar da pandemia do novo coronavírus, o tribunal afirma que, por enquanto, tem dado conta de manter o seu cronograma de providências materiais e testes para que o calendário eleitoral não sofra alterações.


Como a constituição prevê que a eleição deve ser realizada “no primeiro domingo de outubro do ano anterior ao término do mandato dos que devam suceder”, qualquer mudança de data, por menor que seja, requer aprovação de uma proposta de emenda constitucional. Ou seja, precisa de duas votações na Câmara – com aprovação de ao menos 308 dos 513 deputados – e outras duas no Senado, com o aval de 49 dos 81 senadores.

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS
OUÇA A GENTE
  • Facebook Classic
Estação i
  • Instagram
Estação i
  • Facebook Classic
Rádio Empreender
  • Instagram
Rádio Empreender
  • LinkedIn ícone social
Rádio Empreender
  • Spotify ícone social
  • Deezer ícone social