Carregando ...
 
Buscar

Estado de São Paulo reconhece a AACD em calendário oficial

Lei de autoria do Deputado Castello Branco dedica o dia 3 de Agosto para comemoração do Dia da AACD





No último sábado, 08 de outubro, o Governo do Estado de São Paulo sancionou a Lei nº 17.419/2021, de autoria do Deputado Castello Branco (PSL-SP), que instituiu o Dia da AACD. A lei reconhece o trabalho da AACD, fundada em 3 de agosto de 1950 pelo médico Dr. Renato da Costa Bonfim, e que realiza em média 880 mil atendimentos anuais para pessoas com deficiência física e pacientes ortopédicos.


A AACD possui dois centros de reabilitação na capital paulista e também nas cidades de Osasco e Mogi das Cruzes. Também conta com unidades em Recife-PE, Porto Alegre-RS e Uberlândia-MG. Além disso, tem cinco oficinas para a fabricação de produtos ortopédicos e, na cidade de São Paulo, um Hospital Ortopédico que é referência para tratamentos na área para pacientes ortopédicos.


A rede de atendimento beneficia toda a população, se tornou referência em sua área e recebe pacientes de todas as idades via Sistema Único de Saúde (SUS), convênios e de forma particular.


Segundo o deputado Castello Branco “a AACD representa uma transformação na vida das pessoas que necessitam do seu atendimento, que ao longo desses 71 anos mudou a vida de milhares de pessoas. O trabalho desenvolvido pela instituição representa um verdadeiro exemplo de inclusão e de amor ao próximo”.


O deputado ressalta ainda que “ser autor de uma lei que reconhece o trabalho da AACD no Estado de São Paulo é uma grande satisfação, pois estabelece no calendário oficial paulista não apenas o trabalho de uma instituição, mas a vida de cada paciente e de cada familiar que ali se sentem representados pelo acolhimento que recebeu”.


O Projeto de Lei 839/2019 foi proposto em 1º de agosto de 2019 e levou quase dois anos até se transformar em lei estadual. Passou pelas comissões de Constituição, Justiça e Redação em 2019 e em fevereiro de 2020 foi encaminhado para a Comissão de Defesa da Pessoa Humana, da Cidadania, da Participação e das Questões Sociais, sendo aprovada em setembro de 2021.





#SOLIDARIEDADE #POLÍTICA