Buscar

Federação Paulista de Futebol ajuda comunidades carentes em “Assistência de Craque”

FPF vai distribuir o valor entre jogadores e árbitros que estão passando por dificuldades, além de auxiliar ONGs de comunidades

A Federação Paulista de Futebol lançou no domingo, dia 14 de junho, uma corrente de solidariedade e amor em prol de comunidades carentes, atletas e árbitros do futebol paulista na luta contra o coronavírus.


O leilão beneficente ‘Assistência de Craque’ contará com a participação de entidades e grandes estrelas globais que passaram pelo futebol paulista. Neymar Jr, Gabriel Jesus e Kaká já estão confirmados na iniciativa e ajudarão a contribuir com quem mais precisa nestes tempos de pandemia.


Cada craque convocado doará uma relíquia de seu acervo pessoal, ou uma experiência única, que irá a leilão por meio do site leilao.fpf.org.br. Cem por cento do dinheiro arrecadado será revertido.


A divisão ficará em: 50% do valor para atletas e árbitros, homens e mulheres do futebol paulista que recebiam até dois salários mínimos por mês quando as atividades foram paralisadas, e os outros 50% para instituições que atuam nas comunidades de Paraisópolis e Heliópolis - Instituto Bacarelli, Gerando Falcões e Movimento Maré do Bem . O leilão será monitorado pela Ernst & Young.


A Assistência de Craque começou no dia de lançamento do projeto, dia 14 de junho, com o tetracampeão Mauro Silva, vice-presidente da FPF, iniciando a corrente do bem convocando Raí, que convocará Gabriel Jesus, que passará a bola para Neymar Jr., e assim por diante, por meio de vídeos publicados nas redes sociais. A ação foi idealizada pela Lmid, agência de marketing esportivo.


A corrente do bem vai durar um mês, período em que as relíquias ficarão disponíveis no site para lances do leilão. A iniciativa conta com patrocínio da Sicredi, Mastercard, Maré do Bem e Penalty. Além de atletas e ex-atletas consagrados, os próprios clubes paulistas entrarão na ação, assim como árbitros e personalidades do mundo da bola.


Doações

Itens importantes já foram doados por grandes craques do futebol brasileiro e que fizeram história por clubes paulistas, além da Seleção Brasileira. Mauro Silva, Raí, Gabriel Jesus, Neymar e Kaká doaram camisetas, chuteiras e ingressos para um jogo no Morumbi.


Vice-presidente da Federação Paulista de Futebol, campeão estadual com o Bragantino em 1990 e tetracampeão com a Seleção Brasileira, Mauro Silva doou a camiseta que usou no jogo de comemoração dos 25 anos do titulo mundial de 1994. Parceiro naquela conquista nos Estados Unidos, Raí foi o desafiado.


Raí disponibilizou quatro camisetas históricas para serem leiloadas. Uma do Real Madrid usada pelo craque mexicano Hugo Sanchez; outra do Benfica do ex zagueiro Luizão; do River Plate da Argentina utilizada pelo atacante francês Trezeguet; além de uma camisa retrô do Botafogo de Ribeirão Preto em alusão à época que Sócrates, seu irmão, atuou pela equipe.


Desafiado pelo ídolo, Gabriel Jesus -atualmente no Manchester City da Inglaterra, doou um par de chuteiras bastante especial. Marca de suas comemorações, o calçado tem a inscrição ‘ALÔ MÃE’ nas laterais.


Neymar doou as chuteiras que usou no título estadual de 2012. Naquele ano o craque foi o artilheiro da competição com 20 gols, dois deles anotado na decisão diante do Guarani.


Último brasileiro eleito melhor do Mundo pela FIFA, em 2007, Kaká entrou na brincadeira desafiado pelo jogador do PSG. O ídolo são-paulino deu um par de ingressos para assistir um jogo do São Paulo em seu camarote, no estádio do Morumbi.

A corrente do bem vai durar um mês, período em que as relíquias ficarão disponíveis no site para lances do leilão. A iniciativa conta com patrocínio da Sicredi, Mastercard, Maré do Bem e Penalty. Além de atletas e ex-atletas consagrados, os próprios clubes paulistas entrarão na ação, assim como árbitros e personalidades do mundo da bola.


E o Futebol?

A Federação Paulista de Futebol e varios outros dirigentes se reuniram com o Prefeito Bruno Covas e entregaram o Protocolo de Retomada Gradual dos Treinos, elaborado pela pela Comissão Médica da FPF, presidida pelo Prof. Dr. Moisés Cohen.

A Prefeitura encaminhou o documento para análise da Vigilância Sanitária. A FPF e os clubes da capital, agora, aguardam aval para que as atividades sejam retomadas, sempre de forma responsável.


SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS
OUÇA A GENTE
  • Facebook Classic
Estação i
  • Instagram
Estação i
  • Facebook Classic
Rádio Empreender
  • Instagram
Rádio Empreender
  • LinkedIn ícone social
Rádio Empreender
  • Spotify ícone social
  • Deezer ícone social