Carregando ...
 
Buscar

Empresas gigantes de diversos setores suspendem atividades na Rússia

Gigantes multinacionais de diversos setores já fecharam seus negócios na Rússia, entre elas: Warner, Disney, Visa, Boeing, Apple e Google



A sanções para a Rússia não param. Após o país começar a guerra contra a Ucrânia, dezenas de empresas multinacionais se posicionaram contra a ofensiva militar lidera pelo presidente russo, Vladimir Putin.


Hoje (10), décimo quarto dia de ataques, marcas como Google, Starbucks, Ford, Nike, Apple, Visa e Mastercard encerraram ou impossibilitaram a compra e venda de produtos em território russo. Cada anúncio que é feito por uma gigante tem forte impacto não só sobre os consumidores russos, mas também na economia, como por exemplo, a Bolsa de Valores de Moscou que durante mais de um dia não realizou operações. Na última quinta-feira (3), a moeda russa registrou uma queda história de 30%.


Nike e Apple seguiram a mesma estratégia. Ao tentar adquirir produtos nas lojas online das duas empresas em território russo, os clientes veem a mensagem de: "indisponíveis no momento".


"Tomamos uma série de ações em resposta à invasão", declarou Apple em comunicado, segundo o jornal Financial Times.


Já a Ford, anunciou recentemente, a paralização de suas operações, sem previsão de retorno, na Rússia. A montadora ainda divulgou em comunicado oficial, que irá doar 100 mil dólares (cerca de R$ 513 mil, segundo a cotação do dia) para assistência humanitária na Ucrânia.


Ainda no setor automotivo, a Hyundai vai interromper a produção de carros na sua fábrica localizada em São Petersburgo. A paralisação ocorrerá por causa da falta de fornecimento de materiais para a montagem dos carros. Um anúncio muito parecido com este foi também pelo pela empresa francesa Renault. ExxonMobil e Shell também suspenderão atividades no país.


A Boeing, maior empresa de aviação de mundo, anunciou suspendeu seus serviços de apoio às companhias aéreas russas e suas operações em Moscou.


Em comunicado, um porta-voz da Boeing. informou que "Suspendemos as operações importantes em Moscou". Ele ainda acrescenta que "Também suspendemos os serviços de peças, manutenção e apoio técnico para companhias aéreas russas".


o Mcdonald's, irá encerrar as atividades de seus 850 restaurantes na Rússia. Na última terça-feira (8), filas gigantescas foram vistas do lado de fora de algunas unidades do Mcdonald's por todo o país.


Confira as empresas que anunciaram a suspensão ou interrupção de atividades/serviços na Rússia: *lista atualizada em 09/03/2022 às 08:30*


  • Facebook

  • Visa

  • Google

  • H&M

  • Booking.com

  • FedEx

  • Twitter

  • Netflix

  • Unilever

  • Shell

  • Apple

  • Intel

  • ExxonMobil

  • Embraer

  • Ford

  • Loreal

  • Mastercard

  • Renault

  • Toyota

  • Disney +

  • Volkswagen

  • Sony

  • DHL

  • Microsoft

  • Tik Tok

  • Accenture

  • Youtube

  • Puma

  • Spotify

  • Warner Bros.

  • AirBnB

  • Amazon

  • instagram

  • KPMG

  • Coca-Cola

  • McDonald's

  • Pepsi

  • Starbucks

  • American Express

  • Heineken

  • Nestlé