Buscar

Oscar 2021 | Confira os melhores momentos da cerimônia

Premiação foi marcada por homenagens à clássicos, discursos emocionantes e surpresas




Na noite deste domingo (25) aconteceu a cerimônia do Oscar 2021, que teve um formato um pouco diferente. Uma parte da festa aconteceu no palco já tradicional do Dolby Theater, já a entrega das estatuetas e os discursos foram na Union Station. Os organizadores escolheram a maior estação de trem de Los Angeles, que já foi cenário de longas-metragens, exatamente para deixar o Oscar com cara de filme.


Outra mudança na edição deste ano ficou por conta das músicas indicadas na categoria Melhor Canção Original. Elas foram apresentadas antes da cerimônia principal e o evento em si teve um público menor, em uma espaço aberto. A mudança aconteceu por conta da pandemia da COVID-19 e os astros só ficaram sem máscaras em alguns momentos.


Sobre a premiação em si, o Oscar 2021 já começou com duas surpresas: "Bela Vingança" venceu a categoria de Melhor Roteiro Original e Emerald Fennell subiu ao palco muito emocionada e afirmou não ter preparado um roteiro para isso. Já em Roteiro Original, o vencedor foi o longa "Meu Pai", outra surpresa.


Confirmando seu favoritismo, "Druk - Mais uma Rodada" levou a categoria de Melhor Filme Internacional, mesmo caso de Daniel Kaluuya, premiado como Melhor Ator Coadjuvante por "Judas e o Messias Negro". O longa também ficou com a estatueta de Melhor Canção Original, com “Fight for You”. Já "A Voz Suprema do Blues" começou a noite como um dos destaques nas categorias técnicas, levando a dobradinha de Melhor Maquiagem e Penteado e Melhor Figurino.


Outro destaque dos prêmios técnicos foi "Mank", da Netflix, que levou a dobradinha de Melhor Design de Produção e Melhor Fotografia. A categoria de Melhor Montagem foi uma surpresa ao premiar "O Som do Silêncio", já que "Meu Pai" era um dos favoritos da noite.


A estatueta de Melhor Filme, costumeiramente a última da noite, que encerra o evento com uma grande celebração, dessa vez foi entregue antes das categorias de Melhor Atriz e Melhor Ator. O longa vencedor foi "Nomadland", destaque da noite com três vitórias, e Chloé Zhao subiu ao palco ao lado de Frances McDormand e todos os produtores.


As últimas categorias da noite foram de Melhor Atriz e Melhor Ator. Na primeira, a vencedora foi Frances McDormand, por sua performance em Nomadland. Após fazer um discurso durante a entrega de Melhor Filme, ela falou rapidamente e já deixou o palco.




CONFIRA ALGUMAS DAS SURPRESAS DA NOITE


ANTHONY HOPKINS VENCEU NA CATEGORIA DE MELHOR ATOR



O prêmio de Melhor Ator, que encerrou a noite, foi realmente uma surpresa. É quase impossível competir com astro de 83 anos, mas a categoria tinha uma aposta que era considerada certeira: o Oscar póstumo de Chadwick Boseman por "A Voz Suprema do Blues". Não havia discussão sobre os poderes de atuação de cada um dos indicados, mas Boseman merecia seu Oscar não só por seu trabalho impecável, mas também como uma última homenagem.


Anthony Hopkins não estava presente na cerimônia para receber a estatueta. O prêmio foi anunciado por Joaquin Phoenix e a estatueta foi aceita pela própria Academia do Oscar.


Em comunicado enviado à Revista People, o agente de Hopkins, Jeremy Barber, revelou que o ator estava no País de Gales e, por isso, não esteve presente durante a celebração que contou com um palco também em Londres, na Inglaterra. Barber contou que Hopkins estava dormindo e, às 4 da manhã, foi acordado para receber a notícia. “Ele ficou muito feliz e grato”, disse.


“Depois de um ano em quarentena e já vacinado com duas doses [contra a COVID-19], ele finalmente conseguiu retornar ao País de Gales e, aos 83 anos, foi um grande alívio após um ano tão difícil. Mas ele amou o papel em Meu Pai – é a atuação da qual ele mais se orgulha – e ser o ator vivo mais velho a vencer nesta categoria significa muito para ele.


Na manhã desta segunda-feira (26), Anthony Hopkins publicou um vídeo de agradecimento pelo prêmio. “Aqui estou eu, na minha terra natal. Aos 83 anos, não esperava ganhar este prêmio, de verdade”, disse. Em seguida, o ator homenageou Chadwick Boseman. “Ele foi tirado de nós muito cedo”, expressou.


Confira ao vídeo abaixo:



Apesar da surpresa, Hopkins fez uma performance incrível no longa e saiu com uma estatueta merecida.




CHLOÉ ZHAO LEVOU A ESTATUETA DE MELHOR DIREÇÃO NO OSCAR 2021 E É A SEGUNDA MULHER A VENCER NA CATEGORIA



Chloé Zhao fez história durante o Oscar 2021, que aconteceu no último domingo (25). Ela foi a segunda mulher a ganhar na categoria de Melhor Direção em 93 anos de prêmio. A cineasta levou a estatueta por Nomadland, longa vencedor também da categoria mais importante da noite, Melhor Filme, e também Melhor Atriz para Frances McDormand.


Em seu discurso de agradecimento, Zhao citou um poema chinês: “Tenho pensado muito ultimamente sobre como continuo a seguir quando as coisas ficam difíceis.”


“Quando eu era criança, na China, meu pai e eu costumávamos memorizar textos e poemas clássicos chineses e recitar juntos. Me lembro de um chamado The Three Character Classic, e ele dizia: ‘As pessoas, ao nascer, são boas’. Essas palavras tinham muito impacto quando eu era criança, e ainda acredito nelas. Sempre achei bondade nas pessoas que conheci, em todos os lugares do mundo. Este Oscar é para qualquer pessoa que tem a coragem de se manter boa e ver o que há de bom nos outros.”


A primeira vez que uma diretora venceu a categoria de Melhor Direção foi em 2010, quando Kathryn Bigelow ganhou por Guerra ao Terror. Assim, Chloé Zhao é também a primeira mulher não-branca a vencer na categoria.


Até 2021, apenas cinco mulheres tinha sido indicadas a Melhor Direção: Lina Wertmüller por Pasqualino Sete Belezas, Jane Campion por O Piano, Sofia Coppola por Encontros e Desencontros, Greta Gerwig por Lady Bird: A Hora de Voar, e Bigelow.


Este ano também marcou a primeira vez que duas diretoras concorreram em Melhor Direção: além de Zhao, Emerald Fennell, diretora de Bela Vingança, também foi nomeada.


O próximo trabalho de Chloé Zhao a chegar aos cinemas é Os Eternos, filme da Marvel que será lançado no dia 5 de novembro de 2021, nos EUA.




Confira a lista completa de indicações e os premiados do Oscar 2021 abaixo:


MELHOR FILME

Bela Vingança

Judas e o Messias Negro

Mank

Meu Pai

Minari

Nomadland | VENCEDOR

O Som do Silêncio

Os 7 de Chicago



MELHOR DIREÇÃO

Chloé Zhao - Nomadland | VENCEDOR

David Fincher - Mank

Emerald Fennell - Bela Vingança

Lee Isaac Chung - Minari

Thomas Vinterberg - Druk: Mais uma Rodada



MELHOR ATOR

Anthony Hopkins - Meu Pai | VENCEDOR

Chadwick Boseman - A Voz Suprema do Blues

Gary Oldman - Mank

Steven Yeun - Minari

Riz Ahmed - O Som do Silêncio



MELHOR ATRIZ

Andra Day - Estados Unidos Vs Billie Holiday

Carey Mulligan - Bela Vingança

Frances McDormand - Nomadland | VENCEDOR

Vanessa Kirby - Pieces of a Woman

Viola Davis - A Voz Suprema do Blues



MELHOR ATOR COADJUVANTE

Daniel Kaluuya - Judas e o Messias Negro | VENCEDOR

Leslie Odom Jr. - Uma Noite em Miami

Lakeith Stanfield - Judas e o Messias Negro

Paul Raci - O Som do Silêncio

Sacha Baron Cohen - Os 7 de Chicago



MELHOR ATRIZ COADJUVANTE

Amanda Seyfried - Mank

Glenn Close - Era uma Vez um Sonho

Maria Bakalova - Borat: Fita de Cinema Seguinte

Olivia Colman - Meu Pai

Yuh-Jung Youn - Minari | VENCEDOR



MELHOR ROTEIRO ADAPTADO

Borat: Fita de Cinema Seguinte

Uma Noite em Miami

O Tigre Branco

Meu Pai | VENCEDOR

Nomadland



MELHOR ROTEIRO ORIGINAL

O Som do Silêncio

Os 7 de Chicago

Bela Vingança | BELA VINGANÇA

Judas e o Messias Negro

Minari



MELHOR CURTA-METRAGEM

Feeling Through

The Letter Room

The Present

Two Distant Strangers | VENCEDOR

White Eye



MELHOR ANIMAÇÃO

A Caminho da Lua

Dois Irmãos: Uma Jornada Fantástica

Shaun, o Carneiro, o Filme: A Fazenda Contra-Ataca

Soul | VENCEDOR

Wolfwalkers



MELHOR CURTA DE ANIMAÇÃO

Burrow

If Anything Happens I Love You | VENCEDOR

Genius Loci

Yes-People

Opera



MELHOR DOCUMENTÁRIO

Crip Camp: Revolução pela Inclusão

Collective

Time

The Mole Agent

Professor Polvo | VENCEDOR



MELHOR DOCUMENTÁRIO DE CURTA-METRAGEM

A Concerto is a Conversation

A Love Song for Latasha

Collete | VENCEDOR

Do Not Split

Hunger Ward



MELHOR FILME INTERNACIONAL

Better Days (Hong Kong)

Collective (Romênia)

Druk: Mais uma Rodada (Dinamarca) | VENCEDOR

O Homem que Vendeu Sua Pele (Tunísia)

Quo Vadis, Aida? (Bósnia)



MELHOR FOTOGRAFIA

Os 7 de Chicago

Relatos do Mundo

Judas e o Messias Negro

Mank | VENCEDOR

Nomadland



MELHOR MONTAGEM

O Som do Silêncio | VENCEDOR

Os 7 de Chicago

Bela Vingança

Meu Pai

Nomadland



MELHORES EFEITOS VISUAIS

Amor e Monstros

O Céu da Meia-Noite

O Grande Ivan

Mulan

Tenet | VENCEDOR



MELHOR TRILHA SONORA ORIGINAL

Emile Mosseri - Minari

Terence Blanchard - Destacamento Blood

Trent Reznor e Atticus Ross - Mank

Trent Reznor, Atticus Ross e Jon Batiste - Soul | VENCEDOR

James Newton Howard - Relatos do Mundo



MELHOR CANÇÃO ORIGINAL

“Fight for You” - Judas e o Messias Negro | VENCEDOR

“Husavik” - Festival Eurovision da Canção: A Saga de Sigrit e Lars

“Hear my Voice” - Os 7 de Chicago

“Io Sí” - Rosa e Momo

“Speak Now” - Uma Noite em Miami



MELHOR SOM

Greyhound

Mank

O Som do Silêncio | VENCEDOR

Soul

Relatos do Mundo



MELHOR FIGURINO

A Voz Suprema do Blues | VENCEDOR

Emma

Mank

Mulan

Pinóquio



MELHOR CABELO E MAQUIAGEM

A Voz Suprema do Blues | VENCEDOR

Era uma Vez um Sonho

Emma

Pinóquio

Mank



MELHOR DESIGN DE PRODUÇÃO

A Voz Suprema do Blues

Mank | VENCEDOR

Meu Pai

Relatos do Mundo

Tenet





Fonte: Omelete | Jovem Nerd



#CINEMA