Carregando ...
 
Buscar

Maquiagem de halloween em crianças exigem cuidados e colocam pais em alerta

Profissionais pedem atenção para a qualidade dos produtos e os que não devem ser utilizados



No próximo domingo (31), é comemorado no Brasil o Dia das Bruxas, ou Halloween, festa mundialmente conhecida e que a cada ano ganha mais adeptos em todo território nacional.

Em anos anteriores, muitos clubes, casas noturnas e até mesmo buffets infantis realizavam grandes festas para comemorar a data. Com a pandemia da Covid-19, as festas foram reduzidas, mas devem ocorrer em ambientes menores e com menos pessoas. “No passado, tivemos reuniões online, mas as brincadeiras com as crianças foram remotas e divertidas. Acreditamos que neste ano, já tenhamos festas menores em salões dos prédios e condomínios. Pudemos observar, que houve um aumento significativo dos pedidos de orçamento nesta época”, contou Marcela Brasil, produtora de eventos.

Entre as caraterísticas dessa comemoração estão as fantasias e as maquiagens que lembram personagens como zumbis, monstros, bruxas, caveiras e tantos outros. A maioria do público que mais gosta dessa data são as crianças e adolescentes, em contrapartida, são os que mais precisam de atenção na hora da produção.

Segundo a pediatra credenciada da Paraná Clínicas, empresa do Grupo SulAmérica, Dra. Maria Gabriela Garbelini (CRM 26978/RQE 2194), é preciso que os pais fiquem atentos aos produtos utilizados. “Desde que nascemos temos contato com cosméticos, seja por meio dos shampoos, condicionadores, sabonetes, creminhos e tantos outros. A pele da criança é mais sensível e exige cuidados especiais. Os pais precisam ler rótulos, pedir orientações de profissionais e, principalmente, não querer que eles sobrecarreguem nas produções. Neste momento, o ideal é conhecer o local em que se leva a criança e dar sempre preferência a produtos hipoalergenicos”, enfatizou a médica.

Joicilene Oliveira é maquiadora há 8 anos na maior rede de salões próprios de Curitiba, o Expert Beauty Center. Ela destaca que a produção em crianças é muito diferente dos adultos e precisa estar cercada de cuidados. “As diferenças já começam nos produtos. Eles devem ser para maquiagem artística e de fácil remoção, para evitar alergias. Outro ponto é a intensidade no uso desses produtos, mesmo para crianças. Eles devem ser utilizados em camadas finas, já que a pele dos pequenos é mais sensível, além de evitar a proximidade dos olhos”, explicou a profissional.

Ainda de acordo com Jo, como é mais conhecida no salão, os pais, além dos produtos e métodos da maquiagem, devem também ficar atentos aos procedimentos utilizados no combate à Covid-19. “Aqui no salão, sempre redobramos os protocolos de cuidados, principalmente com nossos materiais de maquiagem como pincéis, pinças e tantos outros. Sabemos que esse é um momento muito delicado, então intensificamos as desinfecções das cadeiras, por exemplo, além do uso constante de máscara, álcool em gel e lavagem das mãos”, ressaltou a maquiadora.

Outro cuidado que a profissional alerta é para a remoção das maquiagens, que deve ser feita com demaquilantes bifásicos para retirar o excesso facilmente sem friccionar a pele e lenços umedecidos livres de álcool para remover algum resíduo que tenha ficado.




#COTIDIANO