As eleições municipais para escolhas de prefeitos e vereadores permanecem marcadas para ocorrer no dia 4 de outubro.



O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) autorizou que as convenções partidárias de 2020 sejam virtuais, em razão do risco de contágio pelo novo coronavírus. Está mantido também o calendário das convenções, que ocorrem entre 20 de julho e 5 de agosto.


As eleições municipais para escolhas de prefeitos e vereadores permanecem marcadas para ocorrer no dia 4 de outubro (primeiro turno). Embora toda a agenda ainda esteja mantida, o presidente do TSE, ministro Luís Roberto Barroso, já deixou claro que a data da eleição pode ser alterada caso os casos de coronavírus continuem em crescimento no Brasil.


Políticos e profissionais que trabalham com partidos políticos avaliam que terão que lidar com uma campanha mais curta e sem contato físico, além de uma maior dependência da TV.


A eventual necessidade de se adiar as eleições é um cenário monitorado de perto por um grupo de trabalho instituído em abril pelo TSE. Apesar da pandemia do novo coronavírus, o tribunal afirma que, por enquanto, tem dado conta de manter o seu cronograma de providências materiais e testes para que o calendário eleitoral não sofra alterações.


Como a constituição prevê que a eleição deve ser realizada “no primeiro domingo de outubro do ano anterior ao término do mandato dos que devam suceder”, qualquer mudança de data, por menor que seja, requer aprovação de uma proposta de emenda constitucional. Ou seja, precisa de duas votações na Câmara – com aprovação de ao menos 308 dos 513 deputados – e outras duas no Senado, com o aval de 49 dos 81 senadores.

Saiba qual será a data de reabertura de cada setor



A Prefeitura de Guarulhos por meio de decreto, inciou seu planejamento de reabertura dos estabelecimentos, que acontecerá em cinco fases, a partir do próximo dia 15. Todas as datas previstas podem ser alteradas a qualquer momento em decorrência dos índices de ocupação de leitos de UTIs disponíveis.


As fases acontecem nos dias 15 e 22 de junho; 6 e 20 de julho e, por último, no dia primeiro de agosto.


PRIMEIRA FASE - INÍCIO EM 15/06

Os estabelecimentos foram separados por horário de funcionamento. São eles:


Das 09h às 15h: lavanderias, escritórios de advocacia, contabilidade, imobiliárias, corretoras de seguro e de mercado de capitais, cartórios de registro civil, de notas, de protestos, títulos e documentos e de registros de imóveis,atividades de representação judicial, extrajudicial, assessoria e consultoria, autoescolas e despachantes, lava rápido, cabeleireiros, barbearias, manicures e similares. Estabelecimentos de beleza e estética devem trabalhar com horário marcado e, também, limitando o atendimento a um cliente e profissional por vez, evitando assim a aglomeração durante o funcionamento.


Das 10h às 16h: perfumarias, papelarias, floriculturas e concessionárias de veículos;


Das 10h às 22h: locadoras de veículos e comércio de embalagens (esses dois casos com exceção dos serviços prestados no aeroporto, que poderão funcionar 24 horas por dia), igrejas, templos religiosos e atividades religiosas de qualquer natureza. Estes devem limitar a utilização do espaço a no máximo 25% da capacidade permitida, intensificar as ações de limpeza higienizando todas as cadeiras antes e após os cultos, distanciamento e espaçamento entre uma pessoa e outra a cada 2 m², disponibilizar uma entrada e uma saída para evitar a aglomeração de pessoas, fornecer álcool em gel 70% e garantir que todos os frequentadores estejam utilizando máscaras de proteção.



SEGUNDA FASE - INÍCIO EM 22/06

Os estabelecimentos foram separados por horário de funcionamento. São eles:


Das 10h às 16h: lojas de utensílios e utilidades domésticas, cama, mesa e banho, lojas de móveis e de colchões e artigos de armarinho, lojas de artigos esportivos, relojoarias, joalherias e oficinas de conserto de relógios e de joias, lojas de eletrodomésticos e eletrônicos, comércio ambulante, docerias, sorveterias, bombonieres. Trailers e veículos motorizados licenciados em locais pré-estabelecidos também estão liberados desde que realizem atendimento somente por delivery ou takeaway.


Das 14h às 20h: Shopping centers. Esse especificamente deve seguir uma série de normas estabelecidas. São elas:


a) Limitar a utilização do estacionamento a somente 25% de sua capacidade;

b) Permitir o funcionamento das lojas e restaurantes ao redor das praças de alimentação apenas para os serviços de entrega ou retirada de mercadorias (delivery, drive-thru e takeaway), ficando expressamente proibido o consumo no local ou nas praças de alimentação;

c) Disponibilizar serviço especializado de controle e aferição de temperatura corporal para todos os clientes antes de ingressarem nas dependências;

d) Limitar a permanência de clientes em atendimento ou em circulação a no máximo 25% da capacidade total permitida para cada estabelecimento, evitando a aglomeração de pessoas;

e) Os clientes dos estabelecimentos deverão ser atendidos de forma exclusiva, ou seja, os funcionários não poderão atender mais de um cliente de maneira simultânea;

f) Deverá ser respeitada e garantida a distância mínima de 2 metros quadrados da área de venda para cada pessoa em seu interior; e

g) Proibir o funcionamento das salas de cinema, parques de diversão, pistas de boliche e demais atividades que ainda não foram liberadas por decreto do Executivo.



TERCEIRA FASE - INÍCIO EM 06/07

Os estabelecimentos foram separados por horário de funcionamento. São eles:


Das 11h às 21h: Restaurantes, lanchonetes, casas do norte e assemelhados. Todos devem funcionar com permanência de clientes limitada a no máximo 25% da capacidade total permitida para cada estabelecimento, evitando aglomeração de pessoas. Estão proibidas apresentações artísticas e/ou musicais nestes estabelecimentos.



QUARTA FASE - INÍCIO EM 20/07

Os estabelecimentos liberados para funcionamento seguindo as orientação de funcionamento e horário são: academias de ginástica, musculação e artes marciais, que deverão adotar rígidos critérios de higienização das instalações e aparelhos, exceto as áreas de piscinas, que deverão permanecer fechadas. Cinemas e teatros, limitada a utilização do espaço disponível a no máximo 25% de sua capacidade total.



QUINTA FASE - INÍCIO EM 01/08

Os estabelecimentos liberados para funcionamento seguindo as orientação de funcionamento e horário são: espaços destinados à realização de festas e eventos, bares, casas noturnas, casas de shows e baladas.


Vale ressaltar, mas uma vez, que esse planejamento depende da evolução ou não da Covid-19 na cidade de Guarulhos.



Startup brasileira de alta tecnologia Aya-Tech promove ação solidária para enfrentamento à pandemia de coronavírus


Iniciativas em todo o mundo têm feito da solidariedade uma das práticas diárias de ajuda e conforto aos mais vulneráveis durante a pandemia de coronavírus. No Brasil, a startup de alta tecnologia em P&D Aya-Tech é uma das mais engajadas nas ações de combate à disseminação da doença, promovendo frequentes doações de sua linha de produtos biocosméticos desenvolvidos com nanotecnologia para proteção, qualidade e bem estar da sociedade.


O Microbac® Spray é um bactericida multiuso de longa duração que ajuda a higienizar tecidos e superfícies por até 60 dias – ou 20 lavagens – contra bactérias, germes e

fungos, protegendo contra contaminações e infecções cruzadas e eliminando 99,9% dos microrganismos. Em versão spray e gel, a linha GY® é a primeira – e única – família de antissépticos sem álcool para higienização e hidratação de mãos lançada no Brasil, com efeito residual protetor contra bactérias, germes e vírus*.


Já o Fly® é o primeiro biorepelente do mercado que ajuda a proteger contra a dengue. Por sua fórmula segura e eficaz, ele pode ser usado até em bebês a partir de 24 meses, com proteção comprovada por até 9 horas contra o Aedes aegypti e por até 8 horas contra pernilongos, borrachudos e outros insetos.


Os kits foram enviados aos assistidos e profissionais de entidades que atuam na linha de frente de acolhimento e assistência médica.


Para a BOMPAR – Centro Social Nossa Senhora do Bom Parto, projeto paulista criado há 73 anos e que diariamente atende em média 10 mil pessoas em situação de vulnerabilidade em 52 unidades, a Aya-Tech doou kits de proteção compostos pelos produtos MICROBAC, GY e FLY aos auxiliares, enfermeiros, médicos, voluntários e integrantes do departamento administrativo.


Médicos e equipes de saúde da ABRAPEC – Associação Brasileira de Assistência às Pessoas com Câncer receberam a linha GY. Com cinco unidades no interior de São Paulo, a organização não governamental presta suporte socioeconômico, jurídico e reabilitação física-emocional a pacientes em tratamento de câncer em situação de vulnerabilidade social, incluindo atendimento aos familiares e cuidadores.


Ao HOSPITAL SÃO PAULO, um dos mais importantes centros de saúde, pesquisa e ensino do País, fundado há 84 anos na capital paulista e mantido pela SPDM – Associação Paulista para o Desenvolvimento da Medicina, a Aya-Tech doou a linha GY de antissépticos para as mãos e o Microbac, um poderoso bactericida para aplicação em máscaras, jalecos e roupas e que potencializa a proteção dos EPIs.


Produtos GY foram igualmente doados para a ASSOCIAÇÃO NOVO MUNDO, em Santos, no litoral de São Paulo. A ONG presta atendimento educacional e alimentação diária a mais de 100 crianças em sua creche período integral.


Em Santa Catarina, funcionários e pacientes do LAR DE IDOSOS IRMÃO JOAQUIM receberam produtos GY. Em versão gel e spray, eles são ideais para proteger contra o coronavírus e hidratar a pele mais fina e frágil de quem já está na terceira idade. Em parceria com o SESI/FIESC, antissépticos foram distribuídos também a outras entidades que acolhem idosos, como o LAR DOS VELHINHOS DE ZULMA, a ASSOCIAÇÃO CASA IRMÃ DULCE e o PÉROLAS RESIDENCIAL GERIÁTRICO.


Em Minas Gerais, a SANTA CASA DE MISERICÓRDIA DE BARBACENA recebeu produtos da linha GY, o higienizante Microbac e o bioreplente Fly. Entidade filantrópica fundada no século 19, o hospital concentra atendimentos a 51 municípios.


Já para Campo Grande, capital do Estado de Mato Grosso do Sul, foram enviados kits de proteção para o projeto FRATERNIDADE NA RUA, que integra a ação global humanitária AMOR SEM FRONTEIRAS para acolhimento e ajuda a moradores de rua. Para quem quiser colaborar com o projeto, o Fraternidade na Rua aceita doações via site https://www.fraternidadesemfronteiras.org.br/portfolio/narua


Todos os produtos Aya-Tech são dermatologicamente testados e produzidos com ativos naturais, obedecendo aos mais rígidos padrões e normas de segurança, qualidade e higiene. A Aya-Tech não realiza testes em animais.


Para saber mais sobre a startup de alta tecnologia e seus produtos, acesse

www.aya-tech.com.br