Carregando ...
 
Buscar

Universidade de Passo Fundo inaugura arena de inovação e empreendedorismo

Espaço de inovação, networking, formação e eventos conta com empresas parceiras e é aberto à comunidade




A Universidade de Passo Fundo (UPF) inaugurou na última quinta-feira (2), a Arena Professor Dr. Cristiano Cervi. O espaço, integrado ao Parque Científico e Tecnológico -- UPF Parque, dá início à uma nova fase do ecossistema de inovação pois é aberto à comunidade. A iniciativa conta com a parceria de várias empresas, entre elas a Stara, de máquinas e implementos agrícolas, e a Cavalleti Cadeiras Profissionais, e tem como propósito incentivar conexões para promover a inovação, o desenvolvimento tecnológico e a busca por novas ideias e soluções.


A Arena é voltada para empreendedores, investidores, comunidade acadêmica e poder público. O local terá estações de trabalho individual que poderão ser utilizadas por qualquer ator do ecossistema de inovação, ou seja, professores, estudantes, profissionais e empresários.


Para a reitora da UPF Bernadete Maria Dalmolin, a inauguração marca a o aniversário da Universidade e a consolidação das mudanças que vem sendo trabalhadas nos últimos anos. “Estamos completando 54 anos com a certeza de que cumprimos o nosso compromisso social de agregar valores culturais e econômicos de forma a ajudar e participar ativamente do desenvolvimento dos lugares nos quais estamos inseridos. Por meio do Parque e da Arena, é possível que muitas ações sejam concretizadas. Estamos produzindo conhecimento, formando pessoas e melhorando a vida de todos”, declarou.


Na inauguração Teofanes Foresti, gestora do Parque, ressaltou que o novo espaço terá o foco mais voltado para as transformações e para as conexões entre pessoas e ideias, com a meta de tornar o UPF Parque numa referência nacional.


Além de professores, estudantes, funcionários e representantes das empresas parceiras, o evento reuniu lideranças locais e regionais. O prefeito de Passo Fundo, Pedro Almeida, a UPF é motivo de orgulho para a cidade e a região. “Não há uma área do conhecimento que não conte, efetivamente, com a participação da Universidade. Sempre atenta aos fatores que movimentam a sociedade, a Instituição está conectada à realidade e vemos que está pronta para construir mais décadas de formação e inovação”, reforçou o chefe do executivo.


Inauguração reuniu a comunidade acadêmica, empresários e lideranças de Passo Fundo e região. | Foto: Leonardo Andreoli




Conexões


Entre as empresas parceiras da Arena, a Stara costuma contratar estagiários e profissionais formados na UPF para diversas áreas pela capacidade e excelência da formação. De acordo com o diretor de Pesquisa e Desenvolvimento, Cristiano Buss, que é egresso da instituição, pela capacidade. “Construir pessoas. Esse é o nosso maior objetivo aqui nesse ecossistema dentro da Universidade. Nós acreditamos muito nesse sentimento e acreditamos nesse ambiente. Escolhemos vir para cá justamente por saber que a UPF caminha na mesma direção do nosso lema: em evolução constante”, salientou.


O vice-presidente da Cavalleti Cadeiras Profissionais, Mário Cavaletti, lembrou que a empresa foi construída, no princípio, apenas como uma forma de subsistência, mas que, com o passar do tempo, foi colocando a inovação em sua rotina. “Temos a UPF dentro da nossa empresa, com diversos profissionais, e dentro da nossa família, já que somos egressos. Sempre estivemos envolvidos em projetos de inovação e tecnologia e estarmos nesse projeto nos motiva a seguir produzindo produtos melhores, mais sustentáveis e voltados para a sociedade”, ressaltou.



O legado do professor Cristiano Roberto Cervi


O nome da Arena foi escolhido em homenagem ao professor Cristiano Roberto Cervi, que morreu em 2020. Na inauguração, estiveram presentes a esposa, que também é docente da UPF, Micheline Trentin, a filha, Natália Trentin Cervi, e os pais.


Para a reitora, foi uma forma de valorizar o trabalho e o envolvimento dele com a universidade. “Essa homenagem não poderia ser em outro lugar e em outro momento. Cristiano era moderno, bem-humorado, que sempre tinha uma palavra de colaboração. Uma pessoa que fez muito pela UPF e que sempre estará conosco. Os seus sonhos e desejos nos acompanham e temos o compromisso de fazer acontecer. A inquietação dele fez nascer muitos projetos e segue guiando nossos passos”, disse Bernadete aos familiares presentes.