goFlux abre 39 oportunidades para profissionais inovadores com conhecimento em T.I. para atuação em São Paulo


Há três anos no mercado, a goFlux é uma logtech focada em desenvolver tecnologias e soluções para profissionalizar a contratação de frete rodoviário no Brasil. Com sede em São Paulo a empresa surgiu graças ao expertise de fundadores experientes em logística que desenvolveram uma plataforma totalmente digital para cotação, negociação, contratação e gestão de fretes rodoviários.


Para acelerar ainda mais o acesso de suas ferramentas a embarcadores e transportadoras, a plataforma inteligente de grande atuação no setor agropecuário, abre 39 oportunidades para profissionais de T.I. (Tecnologia da Informação) de diversas áreas.


A empresa, que recentemente recebeu aporte de R$ 6 milhões, planeja investir principalmente em tecnologias como Machine Learning, algoritmos preditivos para frete, e blockchain para sustentação das operações financeiras. De acordo com Renato Castilho, Diretor de Tecnologia e fundador da goFlux, para estruturar esse crescimento a empresa está montando Squads de tecnologia para as novas equipes. “Buscamos talentos que sejam comprometidos e queiram fazer parte de algo inovador, nunca feito no mercado. Estamos propondo um ambiente totalmente descontraído, leve e informal, porém com compromisso, para que possam desenvolver da melhor forma as habilidades juntamente a família goFlux” diz Castilho.


Conheça as oportunidades

Todas as vagas disponibilizadas pela goFlux são para atuação presencial no escritório da empresa, em Pinheiros, Zona Oeste de São Paulo. Por questões de segurança devido a pandemia, em um primeiro momento o trabalho será na modalidade híbrida, com revezamento durante a semana para não pôr nenhum profissional em risco. Em um segundo momento, a equipe segue normalmente realizando suas atividades.


As vagas são:

- 12 vagas de desenvolvimento (fullstack, arquitetura em nuvem);

- 4 vagas para desenvolvedores mobile;

- 4 vagas para analistas de requisitos;

- 4 vagas de DBAs;

- 4 vagas para cientistas de dados/BI;

- 4 vagas para analistas de qualidades (Testes com automação);

- 3 vagas para UX/UI;

- 2 vagas para Analistas de segurança;

- 2 vagas para Scrum Master.



De acordo com Castilho, os currículos devem ser enviados para vempragoflux@goflux.com.br ou basta que o candidato se cadastre pelo site: https://goflux.com.br/trabalhe-conosco/. “Aqueles que buscam um novo desafio na carreira, a goFlux é o lugar certo. Somos uma empresa jovem, mas que está em ampla expansão. Acabamos de receber investimentos, estamos crescendo e o nosso time precisa estar pronto para todas as demandas que estão por vir nesse nosso grande projeto”, finaliza o diretor.




#ECONOMIA #EMPREENDEDORISMO


jogos de futebol estão na lista de eventos


Os clubes paulistas podem estar perto de se reencontrar com os seus torcedores. Na noite da última segunda-feira (5), o governador do Estado de São Paulo, João Doria (PSDB), disse que o público deve retornar gradualmente a frequentar eventos a partir de outubro deste ano.


“Provavelmente a partir de outubro, com lotações gradualmente expandidas. Vai aumentando. Como restaurante, hoje você pode 40%. Provavelmente vai aumentar, nós vamos anunciar provavelmente essa semana”, disse em entrevista ao podcast Inteligência Ltda.


“E aí, você vai fazendo isso para os demais setores também, como congressos, atividades artísticas, atividades circenses, atividades de música. Porque tudo parou: Lolapalooza, Rock in Rio, futebol. Tudo. Então, muito provavelmente, a partir de outubro isso recomeça gradualmente, de forma segura. Vai poder com 50, 60, 70%…até dar 100%. Nós vamos ter um último trimestre cheio de alegria”.


Os estádios estão fechados para os torcedores desde março de 2020, quando se intensificou os casos de COVID-19 no Brasil. Doria ainda projetou que toda a população de São Paulo com mais de 18 anos receberá pelo menos a primeira dose da vacina contra o novo Coronavírus até o dia 15 de setembro.


Foto: Governo SP/Divulgação


“Até 15 de setembro, todos os maiores de 18 anos serão vacinados aqui em São Paulo. Todos, sem exceção, pelo menos com uma dose no braço. E aí, completa essa vacinação ou com 28 dias, se for Coronavac, ou com 90, se for da Pfizer e AstraZeneca”, comentou.


Segundo dados da prefeitura, 60% das pessoas com 18 anos ou mais já receberam a primeira dose do imunizante na cidade de São Paulo até o momento. A estimativa é de que 70% desse público seja imunizado até 15 de julho.



Matéria originalmente publicado em: ESPN



#ENTRETENIMENTO #SAÚDE #ECONOMIA

Pedro Gonçalves, o outro representante brasileiro da modalidade, deve viajar na próxima semana para o Japão


A atleta de canoagem slalom Ana Sátila já está acostumada a ser pioneira em Jogos Olímpicos. Em Londres 2012, caçula da delegação, foi a primeira a entrar na Vila Olímpica. Agora, nove anos depois, inaugurará a presença do Time Brasil em Tóquio. Neste domingo, dia 4, a mineira de 25 anos embarcou para sua terceira participação na competição. Pedro Gonçalves, o outro representante brasileiro da modalidade, deve viajar na próxima semana para o Japão.

Foto: Comitê Olímpico Brasileiro


“É sempre emocionante participar dos Jogos Olímpicos e estou muito feliz também em ser a primeira a chegar no Japão. Estou me preparando bastante e quero aproveitar muito esse período de treinamento. Agora é a fase final nossa e por isso vou continuar me dedicando ao máximo para buscar um bom resultado para o Brasil”, afirmou Ana Sátila, que treinará no local oficial dos Jogos até o dia 14 de julho e depois seguirá para a Vila Olímpica.


O canoísta Pedro Gonçalves vai aguardar um pouco mais para embarcar para os Jogos Olímpicos. Pepê inicialmente viajaria neste domingo, porém um dos seis exames RT-PCR feitos pelo atleta na última semana apresentou resultado positivo por um erro declarado pelo laboratório no processamento do mesmo.

Embora o laboratório tenha assumido o erro, o COB optou por reiniciar o protocolo dentro das diretrizes estipuladas pelo próprio COB e pelo Comitê Organizador dos Jogos de Tóquio 2020. Assim que for concluído o novo protocolo, o atleta terá uma nova data para seu embarque para o Japão.


De acordo com os protocolos estabelecidos pela Comissão Médica do COB, os integrantes da delegação brasileira precisam apresentar teste sorológico, exames clínicos e laboratoriais completos e testes RT-PCR negativos a 11 dias, 7 dias, 96h e 48h antes do embarque, além de teste de antígeno no aeroporto de Guarulhos (SP). Haverá ainda novas testagens na chegada ao Japão e a 72h da entrada na Vila Olímpico, que complementarão os protocolos exigidos pela organização do evento. A segurança e a integridade física da delegação são prioridades da Missão Tóquio 2020.

As próximas equipes brasileiras a desembarcarem na sede olímpica são a vela no dia 8; judô e rúgbi no dia 10; e boxe no dia 12. A partir daí, haverá chegadas de atletas brasileiros em todos os dias até o início dos Jogos Olímpicos, dia 23 de julho.

Desde meados de junho, o COB já está trabalhando no Japão. Atualmente, 36 pessoas estão em ação no país, organizando mais de 20 toneladas de equipamentos e materiais esportivos para a montagem das oito bases de apoio do Time Brasil. “Estamos trabalhando intensamente nos preparativos para, quando os atletas chegarem, tudo esteja pronto e de acordo com o que foi planejado. A expectativa é que todos tenham boas condições de treinamento e possam finalizar de forma positiva sua preparação”, afirmou Sebastian Pereira, gerente executivo de Alto Rendimento do COB e sub-chefe da Missão Brasileira em Tóquio.


Texto originalmente publicado em: COB



#ESPORTE #JOGOSOLIMPICOS