Seleção venceu o Japão nas oitavas de final


Brasil x Japão pelas oitavas de final da Copa do Mundo de Futsal da Lituânia



O Brasil conquistou sua vaga para as quartas de final num jogo muito difícil diante do Japão, que vendeu muito caro sua derrota para a equipe brasileira. O Japão saiu na frente em uma falha do goleiro brasileiro Guitta, mas o artilheiro da competição é brasileiro, e Ferrão deixou sua marca empatando o jogo. O primeiro tempo terminou 1 x1.


O segundo tempo mostrou o Japão se defendendo e o Brasil fazendo de tudo para mudar o placar. Faltando 9 minutos para terminar o jogo , Leozinho fez o gol que deu tranquilidade a equipe brasileira, que não conseguiu aproveitar o momento fazendo cinco faltas, mudando a cara do jogo.


Em uma jogada sensacional, Pitu fez um golaço. Em um lançamento logo matou a bola no peito, já tirando o goleiro do lance e jogou a bola para o fundo do gol. Logo depois o Japão joga com goleiro linha faz o seu segundo gol. Com menos de dois minutos oJapão partiu para o tudo nada, ainda com goleiro linha. Numa recuperação de bola falta 2º segundos para terminar o jogo Gadeia deu os números finais ao placar: 4x2 Brasil.


O próximo desafio da seleção é nas qurtas de final, os brasileiros vão enfrentar a seleção de Marrocos, no próximo domingo (26), às 10h, horário de Brasília, na cidade de Vilnius, na Lituânia.




#ESPORTE #FUTSAL

Especialistas falam como diminuir o estresse



Há mais de dois anos de convívio com a situação de pandemia do coronavírus no Brasil, ainda é difícil definir como ficou a saúde mental dos brasileiros. Em meio a esse cenário desafiador para a mente da população global, o Dia Mundial de Combate ao Estresse, comemorado em 23 de setembro, nunca foi tão relevante.


O estresse é uma reação do organismo com componentes psicológicos, físicos, mentais e hormonais que ocorre quando surge a necessidade de uma adaptação grande a um evento ou situação de importância. Ele pode ser causado pela ansiedade e pela depressão devido à mudança brusca no estilo de vida ou à exposição a determinados ambientes. Segundo Ester Gomes, especialista em desenvolvimento humano, é importante destacar que cada pessoa reage de forma diferente ao estresse.


“A resposta ao estresse e à pandemia da Covid-19 pode depender da formação do indivíduo, do apoio de familiares ou amigos, da situação financeira e, obviamente, da saúde física e mental. Faça uma atividade relaxante na busca pelo descanso mental, como escutar uma música, jogar algum jogo, assistir séries ou até mesmo seu programa de TV favorito”, explica a especialista.



Sintomas de estresse psicológico


Ansiedade, angústia, nervosismo, preocupação em excesso, Irritação, medo, impaciência, Problemas de concentração e de memória. Desorganização, dificuldade em tomar decisões, cometer mais erros que o habitual, esquecimentos e sensação de perda do controle.



Sintomas físicos do estresse


Problemas cardíacos e gastrointestinais, Facilidade em ficar doente, Alergias, asma, insônia, Tensão muscular, mãos frias e suadas, Dor de cabeça ou enxaqueca, problemas de pele e dores no pescoço e Queda de cabelo anormal.



Conheça alguns mudanças de hábitos que podem te ajudar a combater o estresse no dia a dia


Plantas: Segundo um estudo da Universidade de Hyogo, no Japão, aponta que o simples contato visual com plantas pode reduzir o stress no ambiente de trabalho. A pesquisa completa, em inglês, está disponível em (https://journals.ashs.org/horttech/view/journals/horttech/30/1/article-p55.xml)

“Os benefícios para a saúde são muitos como, por exemplo: melhora da concentração, diminuição do estresse e do cansaço mental. As plantas podem reduzir os níveis de ansiedade e seu cheiro pode ajudar a melhorar a qualidade do sono e a produtividade durante o dia; prevenção de irritações nos olhos, problemas respiratórios e dores de cabeça; absorção de gases tóxicos do ambiente e auxiliar no controle da umidade,” explica Rayra Lira, paisagista.


Praticar exercícios físicos: Um recente guia divulgado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) apontou o exercício físico como uma das atividades que auxiliam na prevenção e no enfrentamento do estresse gerado pelo avanço da pandemia de Covid-19. De acordo com a OMS, práticas como a priorização de uma alimentação equilibrada e a realização regular de exercícios físicos simples, que podem ser praticados em casa todos os dias, são aliados para evitar que as consequências psicológicas causadas pelo atual momento se tornem duradouras.


“O exercício faz o corpo liberar endorfinas, promovendo uma sensação de bem estar. No momento que você combina uma dieta equilibrada com exercícios físicos, o bem estar vem com o bom funcionamento fisiológico, te deixando mais calmo, tranquilo e racional.” – Gui Guedes, personal trainer.


Hipnose: A hipnose é uma técnica personalizada e focal. De acordo com a história de vida de cada paciente, aplica-se a técnica mais adequada, seja para tratar ansiedade, estresse ou depressão. É uma terapia breve, focada no problema que a pessoa quer resolver. O mentor Rafael Peixoto explica que a técnica pode ser usada para ajudar a combater o estresse: “É uma ferramenta poderosíssima para que se possa controlar a mente de uma pessoa, usando-a a seu favor, tendo como objetivo principal tirar do caminho toda e qualquer crença limitante que esteja impedindo aquele indivíduo de viver o seu melhor. Na hipnose clínica, após um estado de relaxamento, o hipnotizado traz à consciência eventos antigos que estavam guardados em seu inconsciente e que se apresentam como gatilho para o trauma que está sendo tratado”.


Relações saudáveis: Segundo pesquisadores da Universidade de Michigan, nos Estados Unidos, ter uma relação saudável com amigos e família, pode até prevenir doenças. Principalmente quando se trata de estresse, e o tanto que esse sentimentozinho pode ser prejudicial para a nossa saúde mental e física. A pesquisa acompanhou cerca de 2 mil pessoas, e a partir disso concluíram que ter uma vida sem muitas preocupações, discussões e motivos para picos de nervosismos, pode ajudar a proteger o corpo do paciente contra doenças crônicas - como diabetes - além de evitar a depressão; E é isso o que a Dra. Adriana Lima, biomédica especialista em longevidade, fala sobre hoje.


“Um relacionamento vai muito além da parte sentimental, ele mexe com a parte química do seu corpo. Os benefícios, é claro, vem dos frutos de um relacionamento saudável, que deixa o seu corpo mais saudável também em consequência."



A lista de fatores positivos que uma vida sem estresse traz é longa, mas aqui vão alguns fatores.

  1. Oxitocina alta e em consequência, o cortisol (hormônio do estresse) fica mais baixo.

  2. As chances de depressão caem em até 62%

  3. Abraços podem controlar a pressão arterial, as deixando normalizadas

  4. Beijar diminui os sintomas de alergias.



#SAÚDE #COTIDIANO

Falta de sono adequado impacta na produtividade


Um estudo realizado pelo RAND Corporation (instituto norte-americano de pesquisa) aponta que a insônia e dormir pouco podem colaborar tanto para o desenvolvimento de várias doenças, bem como afetar a disponibilidade de profissionais.



O mesmo estudo, que analisou o comportamento nos Estados Unidos, Alemanha, Reino Unido, Japão e Canadá, mostra que os distúrbios do sono podem gerar prejuízos não só para as empresas, mas também impactos econômicos em países inteiros, o que indica que outras grandes economias podem experimentar consequências semelhantes.


Por exemplo, 16% dos japoneses afirmaram que dormem menos de seis horas por dia e 40% dormem entre seis e sete horas. Em seguida, vêm os EUA, com 18% e 27%, respectivamente, o Reino Unido, com 16% e 19%, a Alemanha, com 9% e 21% e o Canadá, com 6% e 20%.


No Brasil, uma pesquisa realizada, neste ano, investigou os hábitos de sono de mais de 2 mil brasileiros e os dados obtidos são preocupantes: 62% dos brasileiros não são capazes de explicar se realmente dormem bem. Ao longo das respostas, essas mesmas pessoas responderam que sentem dificuldade para pegar no sono e que acordam várias vezes à noite, por exemplo. Enxergar o sono como um privilégio e não como uma necessidade é um problema cultural. A crença de que tempo é dinheiro e sono é perda de tempo cria uma romantização em torno da privação de sono, o que gera consequências severas à saúde das pessoas.


Muitos fatores são responsáveis por provocar má qualidade do sono e a Apneia Obstrutiva do Sono (AOS) é um deles. Há, inclusive, um estudo específico sobre o impacto econômico da AOS, realizado pela Academia Americana de Medicina do Sono (AASM) em 2016, cujos dados são alarmantes: o impacto econômico associado a casos não tratados foi estimado em $ 86,9 bilhões devido a perda de produtividade e absenteísmo e o impacto foi de $ 6,5 bilhões por motivos de acidentes de trabalho, em 2015.


A apneia do sono é um distúrbio em que os músculos da garganta relaxam a ponto de entrar em colapso, restringindo o fluxo de ar, o que faz com que a respiração se torne superficial e até pare por segundos ou minutos, privando o corpo e o cérebro de oxigênio.4 Mesmo que os despertares sejam geralmente muito curtos, eles se fragmentam e interrompem o ciclo do sono. Esta fragmentação do sono pode causar níveis significativos de fadiga e sonolência diurna, que são sintomas comuns da apneia do sono.


Alguns sinais que podem indicar a presença do distúrbio são: ronco, cansaço diurno constante, dificuldade de concentração, dores de cabeça matinais, humor depressivo, falta de energia, esquecimento ou hábito constante de acordar para ir ao banheiro.


Uma vez que a apneia é diagnosticada, um dos melhores tratamentos é a adoção regular do CPAP (Pressão Positiva Contínua nas Vias Aéreas – tratamento padrão para a apneia do sono). No Brasil, o tratamento para apneia, pode ser realizado com equipamentos ResMed, líder mundial de soluções para o tratamento da doença. Pacientes podem acompanhar sua própria terapia com CPAP por um aplicativo gratuito e fácil de usar, chamado myAir™. O app fornece uma pontuação diária sobre como a pessoa dormiu e inclui vídeos e informações personalizadas de treinamento com base nos dados de terapia, melhorando ainda mais a adesão ao tratamento.7


Sobre a ResMed

A ResMed é a marca pioneira em soluções inovadoras que proporcionam qualidade de vida. A empresa apresenta tecnologias de saúde digital e dispositivos médicos conectados à nuvem que transformam a assistência das pessoas com apneia do sono, DPOC e outras doenças crônicas. Possui abrangentes plataformas de software fora do hospital, oferecendo suporte a profissionais e cuidadores que ajudam pacientes em suas casas ou instituição de saúde de preferência. Ao possibilitar uma melhor assistência, aprimoram a qualidade de vida, reduzindo o impacto da doença crônica e dos custos para clientes e serviços de saúde. Saiba mais em: https://www.resmed.com.br/




#SAÚDE #COTIDIANO